quinta-feira, 27 de setembro de 2007

APRENDENDO OS COMANDOS BÁSICOS

Até já faço pose de modelo.

Antes mesmo de completar 2 meses de idade, a minha dona começou a me ensinar alguns truques e comandos básicos de obediência. Eu ainda não tinha terminado o programa de vacinas, por isso, não podia sair para passear na rua e nem ter contato com outros cães. Era arriscado pois, não estava totalmente protegida e poderia pegar alguma doença.

Tanto tempo “presa” num apartamento acabava dando algum tédio, então tínhamos que ser criativas para fazer com que o tempo passasse mais rápido e logo eu pudesse dar as minhas voltinhas e descobrir o mundo “lá fora”.

Como costuma ser muito comum em todos os filhotes, eu era muito viva e inteligente. Queria mostrar aos meus donos que era capaz de realizar o que desejavam, ficava na expectativa para receber os comandos e mais ainda para receber a recompensa no final. Mas o mais gratificante para mim era ver a satisfação deles com o meu desenvolvimento expressada através de um sorriso bobo estampado na cara.

Em apenas dois dias eu já fazia o “senta”, o “dá a pata” e estava quase num perfeito “deita”. E, é claro que, essa prática diária dos comandos não serviu somente para que eu aprendesse a fazer truques bonitinhos. Além de ajudar a exercitar a minha capacidade de atenção e disciplina, foi muito importante para estabelecer uma relação cada vez mais próxima entre mim e os meus donos. Foi essencial para fortalecer a posição deles enquanto líderes da nossa matilha e assim conquistarem o meu respeito. E, consequentemente, todos os nossos (meus) probleminhas de comportamento (naturais aos filhotes) acabaram por se resolverem naturalmente.

video

Clique na imagem e aguarde carregar o vídeo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário